Artigos Sobre

Artigos Sobre
Como escolher a relva Curiosidades sobre relva Decoração de exterior Grama brasileira Infos Relva Artificial Infos Relva Natural Instalação do relvado Jardins Manutenção do relvado Plantas Problemas no relvado Relva artificial Relva e animais domésticos Relva natural Sebes naturais Tendências Varandas e terraços

Produtos Mais Vendidos

Grass FOOD (adubo) - grass4you
Grama Brasileira - grass4you

Grama Brasileira

€80.00

Grass FOOD (adubos) - grass4you
Grass REPAIR (mistura de sementes)

Ervas daninhas raramente são bem-vindas num jardim. Crescem a uma velocidade tão grande que só precisam de algumas semanas para cobrir todas as plantas, incluindo as mais altas. Embora a maioria não seja parasita, todas têm um comportamento que poderíamos qualificar de invasivo, pois impedem que as restantes espécies continuem a desenvolver-se normalmente.

 

Dentro das ervas daninhas, podemos considerar algumas como inofensivas, que simplesmente se adaptam ao ambiente e apenas crescem, ou seja, sem danificar o que se encontra ao seu redor. Um exemplo, muito peculiar, são aquelas com propriedades aromáticas e medicinais.

 

Por outro lado, temos aquelas ervas daninhas invasoras, que também podem simplesmente crescer, nutrindo-se do sol, da água e de nutrientes que deveriam ser para as nossas culturas mais importantes.

 

Independentemente do tipo de planta que germine, a verdade é que não queremos que os nossos relvados ou culturas coexistam com qualquer tipo de erva daninha, porque o simples contato entre ambos colocará em xeque a qualidade dos mesmos.

 

Felizmente, hoje temos algo muito útil para evitar que as ervas invadam as áreas onde não as queremos, as mantas anti-ervas - indicadas para jardins com relva artificial.

 

 

  • O que é uma manta anti-ervas?

A manta anti-ervas daninhas é uma tela que, colocada no solo, impede que as ervas cresçam porque a luz do sol não alcança as suas sementes devido à cor e densidade da tela.

Existem dois tipos no mercado:

  • Manta tecida

 

 manta anti ervas

 

 

É um tecido de ráfia, em polipropileno, muito denso e resistente que permite a passagem de água e ar, mas bloqueia a passagem da luz solar. Além disso, antes de ser comercializado, muitas vezes recebe um tratamento anti-UV, para resistir à ação dos raios ultravioleta.

 

Geralmente está disponível em diferentes cores (preto, verde-escuro, castanho e branco) e densidades (105 gr/m2 ou 130 gr/m2), sendo recomendável colocá-la no jardim, particularmente em solos secos ou em estufas.

 

 

  • Manta geotêxtil

 

manta anti-ervas

 

É uma tela de polipropileno não tecido muito durável e resistente, geralmente com tratamento anti-UV para resistir aos raios ultravioleta. 

 

Devido às suas propriedades drenantes, é utilizada para a separação de diferentes materiais nos solos, permitindo a passagem de água e evitando o contacto entre diferentes materiais.

 

Permite a passagem de água e ar e permite que o solo e as raízes das plantas respirem, evitando a germinação das sementes das ervas.

Disponível em várias cores (branco, preto, castanho) e pesos (120g/m2 a 300g/m2).

 

Devido às suas capacidades drenantes é sobretudo utilizada na consolidação de taludes, em obras de drenagem, obras de aterros, coberturas ajardinadas, zonas de charcos e nas áreas onde existam plantas que necessitem de muita água, como nas hortas e pomares.

 

 

Como colocar?

 

  • Preparação do terreno

 

O solo deve estar o mais nivelado possível, de modo que antes de colocar a manta deve:

  • Escarifique o terreno, de forma manual ou mecânica, de modo a obter uma textura mais solta, a quebrar a camada mais superficial do solo e libertá-la de ervas; permitindo também o arejamento do solo e a penetração dos raios solares;
  • Remova quaisquer pedras que possam ter sido expostas;
  • Ancinhe o solo para o nivelar;
  • Instale o sistema de rega, caso o pretenda;
  • Volte a ancinhar, se necessário.

 

  • Posição da manta

Assim que o terreno estiver pronto, é hora de colocar a manta anti-ervas. Assim:

  • Remova cerca de 2-3 cm de camada de solo da área onde deseja colocar a tela;
  • Ancinhe para nivelar a área;
  • Coloque a manta anti-ervas de forma que fique bem esticada e sobreposta;
  • Prenda as bordas adicionando um pouco de terra ou colocando grampos de fixação em diferentes pontos para que fique bem fixa.

 

  • Manutenção

A manta é, na realidade, muito forte e durável, mas com o passar do tempo pode deteriorar-se. Caso esta esteja instalada à superfície, o vento pode arrastar poeiras e terra que se acumulam e com isso também algumas sementes. Que, assim que tiverem um pouco de água, irão germinar.

O que fazer? Como rotina, recomenda-se que passe uma vassoura ou, se preferir, limpe com a mangueira, pelo menos uma vez por semana.

 

Vantagens e desvantagens

Como vimos, a malha anti-ervas é uma excelente opção. Tem mais vantagens do que desvantagens, mas também as tem.

 

Vantagens

  • Inibe o crescimento da maioria das ervas daninhas;
  • As plantas podem crescer sem problemas;
  • A proliferação de pragas e doenças é muito reduzida;
  • Permite prolongar o período vegetativo, já que a cor escura absorve a luz solar e isso faz com que a temperatura suba;
  • É fácil de instalar e manter.

 

Desvantagens

  • Dependendo do tipo de manta, pode dificultar o arejamento natural do solo;
  • Pode haver gramíneas que crescem de forma mais agressiva, rompendo a malha.

 

Que preço tem?

Depende muito da marca, das características, nomeadamente da gramagem, e das medidas que cada rolo tem, pois estão disponíveis rolos no mercado com larguras e comprimentos diferentes.

 

Deixe um comentário

Tenha em consideração que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.