Artigos Sobre

Artigos Sobre
Como escolher a relva Curiosidades sobre relva Decoração de exterior Grama brasileira Infos Relva Artificial Infos Relva Natural Instalação do relvado Jardins Manutenção do relvado Plantas Problemas no relvado Relva artificial Relva e animais domésticos Relva natural Sebes naturais Tendências Varandas e terraços

Produtos Mais Vendidos

Grass FOOD (adubo) - grass4you
Grama Brasileira - grass4you

Grama Brasileira

€80.00

Grass FOOD (adubos) - grass4you
Grass REPAIR (mistura de sementes)

Ter um relvado bonito e saudável é o que todos queremos atingir, por vezes apenas só agimos quando o relvado apresenta danos visíveis. Queremos partilhar convosco as 5 regras de ouro que devemos ter em atenção durante todo o ano, evitando ter que remediar possíveis problemas futuros.

A primavera está ai à porta, todos queremos começar a subir os nosso níveis de vitamina D na segurança de nossa casa. Conheça abaixo as regras:

 

 

1. Cortar o relvado: 

 

como-cortar-relvado

 

Cortar o seu relvado regularmente é um dos processos mais importantes para ter um relvado bonito.

De cada vez que cortar o relvado, alterne as direções e os padrões de corte, para que as folhas não sejam empurradas sempre na mesma direção.

Quando devo cortar o meu relvado?

As relvas Easy e Prime deverão ser cortadas ao longo de todo o ano, enquanto que a relva Strong apenas precisa de corte entre o início da Primavera e o início do Outono.

Em qualquer um dos casos, a regularidade do corte deverá ser ajustada em função da estação:

  • Primavera e Verão: 1x por semana
  • Outono e Inverno: 1x a cada 10 dias

Saiba como cortar o seu relvado através da nossa infografia.

 

 

2. Fertilização do Relvado:

 

Quado corta a relva, esta perde nutrientes, os quais terão de ser repostos para obter um crescimento máximo. Além disso, para o seu relvado crescer saudável e resistente às principais doenças, a sua relva precisa de ser adubada com alguma frequência.

 

Quando adubar?

Antes da colocação do seu relvado, directamente no solo preparado.

  • 3-4 semanas após a Colocação
  • A partir daí:
    - Relvas Easy e Prime: de Fevereiro a Junho e de Setembro a Novembro (1x por mês)
    - Relva Strong: entre Abril e Outubro/Novembro (1x por mês)

Veja como fertilizar o seu relvado, passo a passo, através da nossa infografia.

 

 

3. Rega:

 

Se quer um relvado viçoso e verdejante durante todo o verão, é importante regá-lo.

 

A frequência com que o deve fazer depende da temperatura e da humidade. Quando a relva necessita de água começa a ganhar um tom azul-acinzentado e as folhas mais velhas da planta começam a encarquilhar ou a murchar.

 

Se instalou agora o seu relvado, deverá executar durante 7 - 15 dias regas abundantes, duas vezes ao dia dependendo evidentemente da época do ano, das temperaturas existentes e da ocorrência de pluviosidade. A dosagem recomendada é de 12-15mm.

 

Uma vez instalada a relva e com enraizamento ativo (7 - 15 dias), dever-se-á baixar a dotação de rega para metade da executada no período inicial (uma vez que o excesso de água poderá conduzir a um abrandamento do enraizamento bem como ao desenvolvimento de algas e/ou musgos à superfície do relvado).

 

A uniformidade de distribuição é crucial para a correta instalação da relva em tapete uma vez que esta encontra-se adulta apenas na parte aérea já que o seu sistema radicular ficou reduzido na recolha à espessura do tapete.

 

 

4. Controlar ervas Daninhas:

 

Com persistência e com a técnica certa poderá ganhar a batalha contra as ervas daninhas no seu relvado.

 

Como aparecem ervas daninhas no meu relvado?

 

A disseminação das ervas daninhas podem ocorrer através da aplicação de matéria orgânica e/ou mudas contaminadas, equipamentos agrícolas contaminados com restos de outras plantas ou podem ser trazidas a partir de sementes levadas pelos pássaros ou pelo vento e uma vez germinadas dispersam-se. A falta de alimentação regular, a seca, o solo compactado e os cortes apurados e frequentes podem ser a causa do seu desenvolvimento.

Se as ervas são muito vigorosas será necessário retirar e voltar a plantar as zonas afetadas. Recolher as daninhas antes de cortar ajuda a travar a expansão dos estragos. Se já estão presentes mas pouco desenvolvidas, podem ser eliminadas com uma forquilha de mão. Caso contrário, deve usar herbicidas seletivos.

 

Como combater as ervas daninhas?

 

ervas-daninhas

 

Existem diversas técnicas, como é o caso da monda manual, que é a melhor opção para eliminar as que nascem entre outras plantas.

 

Cavar é adequado quando se começa um novo canteiro, aplicar mulching é um método preventivo e aplicar inseticidas o mais adequado quando já cobriram uma superfície considerável.

 

A enxada, a forquilha e o ancinho são ferramentas adequadas para a monda manual, prática ideal para pequenas zonas. Se for o caso, arranque todas as raízes para que as plantas não voltem a crescer.

 

Repassar o terreno uma vez por mês é suficiente para evitar que invadam o relvado, os canteiros ou os maciços. Para não estragar as plantas cultivadas, deve cavar suavemente, raspando entre um a dois centímetros. Faça a operação com tempo seco e sol.

 

 

5. Escarificar e arejar o relvado:

 

As raízes do relvado precisam de ar para poderem respirar e crescer. Muitas vezes, o solo de um relvado não é suficientemente arenoso para que as raízes recebam ar suficiente, o que se traduz num mau crescimento.

Pode escarificar o seu relvado em 6 passos simples, consulte o nosso Blog para ficar a conhecê-los.

 

Deixe um comentário

Tenha em consideração que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.

Comentários

  • Coloquei o tapete e, em algumas zonas, há uma ou outra ’’pelada". Em alguns sítios foi devido a alguns pedaços de madeira que vinham nos rolos. Também há uma parte de uma união que abriu e tem cerca de 50cmx4 com falha. Reforcei essas peladas com terra própria para relvados deste tipo e gostaria de saber se vai acabar por preencher essas falhas ou aconselham algo mais?
    De resto,estou muito satisfeito com o aspecto geral