Artigos Sobre

Artigos Sobre
Como escolher a relva Curiosidades sobre relva Decoração de exterior grama Infos Relva Natural Instalação do relvado jardim Manutenção da relva Manutenção do relvado Plantas Problemas no relvado Relva artificial relva natural relva para animais relva sintética sebes Tendências varandas

Produtos Mais Vendidos

Grass FOOD (adubo) - grass4you
Grama Brasileira - grass4you

Grama Brasileira

€80.00

Grass FOOD (adubos) - grass4you
Grass REPAIR (mistura de sementes)

Com a chegada do calor, também chegam as preocupações com o jardim. As regas constantes, a manutenção, a vegetação seca e amarela… no entanto o jardim não é um espaço stressante, mas sim, terapêutico. Aqui ficam algumas dicas de como transformar o seu jardim num lugar mais descontraído para este verão.

 

Para quem quer desfrutar de um relvado verde todo o ano com manutenção mínima, o relvado artificial, ornamentado com espécies vegetais xerófitas ou mediterrânicas pode ser a solução.

 

O relvado sintético permite termos um relvado sem a manutenção de cortar a relva e sobretudo sem a rega, no entanto existem alguns cuidados a ter, como escovar as cerdas dependendo da intensidade das atividades, uma lavagem com mangueira para remoção de poeiras e outros detritos ou borrifar com o nosso RealSmell, um detergente enzimático que removerá nódoas, esporas das bactérias ou até mesmo os maus odores causados pelos nossos amigos de quatro patas.

 

 

 

 

Pode experimentar conciliar o relvado sintético com os arbustos de plantas xerófitas ou mediterrânicas sobre um revestimento de pedras decorativas como o seixo rolado ou gravilha de mármore branco, para um pano de fundo contrastante com o seu relvado.

 

As plantas xerófitas estão aptas a situações de stress hídrico que a maioria não está. Falamos daquele conjunto mais conhecido dos catos e suculentas, mas não só.

 

Podemos reconhecer este tipo de plantas pelas suas estruturas adaptáveis ao armazenamento da água, como:

A presença de espinhos ou pêlos;

  • Folhas pequenas;
  • Folhas cerosas;
  • Caules e folhas turgescentes;
  • Raízes compridas.

 

São distintas por preferirem um ambiente quente e seco e a própria palavra Xerófito provém do grego xeros que significa seco e phyto que significa planta/vegetal.

 

Aqui ficam algumas espécies xerófitas, para além das Crassuláceas (família mais comercializada com algumas das espécies mais conhecidas como as Echeveria ou as Kalanchoe) que não necessitam de rega, somente solos que garantam uma boa drenagem ou seja mais arenosos ou franco-arenosos, dado que a estação das chuvas será o suficiente para a sua sobrevivência.

  • Agave attenuata (agave-dragão) (Não confundir com a Agave americana que é uma espécie invasora em Portugal.)
  • Euphorbia characias (trovisco)
  • Phormium tenax (linho-da-nova-zelândia)

 

 

No entanto, para a realidade generalizada de Portugal com um clima mediterrânico, que consiste em verões secos e quentes e invernos frios e húmidos, permite-nos alcançar espécies de plantas mediterrânicas, autóctones ou exóticas e adaptadas ao nosso clima.

 

 

Transforme o seu verão com alguma destas opções como um excelente acompanhamento colorido para o seu relvado artificial.

  • Stipa gigantea (aveia-dourada)
  • Rosmarinus officinalis (alecrim)
  • Lavandula stoechas (rosmaninho)
  • Nerium oleander (oleandro)

 

E disfrute do seu jardim, sem preocupações!

Deixe um comentário

Tenha em consideração que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.