Artigos Sobre

Artigos Sobre
Como escolher a relva Curiosidades sobre relva Decoração de exterior Grama brasileira Infos Relva Artificial Infos Relva Natural Instalação do relvado Jardins Manutenção do relvado Plantas Problemas no relvado Relva artificial Relva e animais domésticos Relva natural Sebes naturais Tendências Varandas e terraços

Produtos Mais Vendidos

Grass FOOD (adubo) - grass4you
Grama Brasileira - grass4you

Grama Brasileira

€80.00

Grass REPAIR (mistura de sementes)
Grass FOOD (adubos) - grass4you

Ao comprar um corta-relva podem-nos surgir algumas questões. Que corta-relvas devo comprar? Qual é o melhor cortador de relva para o meu jardim?

 

Para escolher o melhor cortador de relva para o seu jardim, é necessário considerar os seguintes aspetos:

 

 

Qual o tipo de corta-relvas que faz sentido para o meu jardim?

 

Na escolha de um corta-relvas a primeira escolha a fazer é escolher o tipo de corta-relva que faz mais sentido para as suas necessidades. Existem várias alternativas, um cortador de relva manual, a gás, com bateria, a eletricidade ou um corta-relva robô.

Vamos detalhar as vantagens e desvantagens de cada um e para que tipo de utilização são mais recomendados.

 

 

 

Corta-relva Manual:

 

corta-relva-jardim-grass4you

 

Vantagens:

  • Pouco Investimento
  • Pouca manutenção
  • Silencioso, não gera barulho no motor
  • Grande durabilidade
  • Solução mais eco-friendly

 

Desvantagens:

  • Adequados apenas para jardins pequenos
  • Exige disponibilidade de tempo para o corte, pode fazê-lo por si ou contratar um jardineiro para o fazer 

 

Tipo de jardim adequado para um corta-relva manual:

  • Jardim pequeno com poucas curvas e obstáculos
  • Relvados nivelados

 

 

Corta-relva Gás:

 

 corta-relvas-grass4you-jardim

 

 

Vantagens:

  • Cortam relva mais dura com maior facilidade
  • Não têm cabo para limitar a sua mobilidade
  • Capacidade de cortar grandes áreas sem esperar pelo carregamento da bateria

 

Desvantagens:

  • Mais dispendiosos do que os outros cortadores de relva
  • Mais pesados do que os cortadores de relva elétricos
  • Manutenção regular
  • Ruidoso a operar
  • Não são eco-friendly, emitem dióxido de carbono na atmosfera

 

Tipo de jardim adequado para um corta-relva a gás:

  • Jardins médios e de maior dimensão

 

 

Corta-relva Elétrico:

 

corta-relva-jardim-relvado

 

Vantagens:

  • Cortadores mais silenciosos do que os cortadores tradicionais
  • Solução melhor para o meio ambiente
  • Não necessitam de tanta manutenção, sem velas, filtros de combustível e óleo para trocar
  • Investimento dispendioso, mas são mais económicos ao longo do tempo

 

Desvantagens:

  • Necessitam de um fio ligado à tomada, torna-o impraticáveis para quem tenha um jardim de grande dimensão
  • Não conseguem cortar tão bem relva mais dura
  • Investimento inicial superior

 

Tipo de jardim adequado para um corta-relva elétrico:

  • Jardins de pequena e média dimensão

 

Corta-relva com bateria:

 corta-relva-jardim-relvado

 

Vantagens:

  • Não necessitam de tanta manutenção, sem velas, filtros de combustível e óleo para trocar
  • Mais silencioso que os cortadores de relva a gás
  • Resolve a limitação da corda nos cortadores de relva a eletricidade

 

Desvantagens:

  • A bateria dura apenas 60 a 90 minutos
  • Dispendioso, pois precisa de ter mais do que uma bateria e mudá-las regularmente

 

Tipo de jardim adequado para um corta-relva com bateria:

  • Jardins médios e de grande dimensão

 

Robôs corta-relva:

 

 robot corta relva

 

 

Vantagens:

  • Mais conveniente por ser automático, ideal para quer ter uma boa manutenção e tem pouca disponibilidade de tempo

  • Para quem não tem um jardineiro, é uma excelente opção para quem não é entendido na matéria

  • Corte mais frequente e cuidado

  • A relva é cortada em aparas finas, que posteriormente são espalhadas pelo relvado para que os nutrientes sejam devolvidos ao solo. eduz os cuidados adicionais de fertilizantes para manter o relvado saudável

  • Pouca manutenção

  • Eco-friendly

 

Desvantagens:

  • Investimento inicial superior

  • Existe a possibilidade de ficarem presos em buracos ou em objetos que possam ter ficado no relvado

  • Não é prático usar em diferentes propriedades

 

Tipo de jardim adequado para robôs corta-relva:

  • Jardins médios e de grande dimensão

 

 

Escolher entre um cortador de relva de empurrar ou de autopropulsão:

 

Corta-relva de empurrar:

Os cortadores de empurrar obrigam a um maior esforço físico, não é indicado para quem não possa fazer este esforço. A grande vantagem é o preço, têm bastante procura no mercado por exigirem um investimento menor.

 

Corta-relva autopropulsão:

Se o fator esforço é o fator crítico na sua decisão e poder ter um investimento inicial superior, aconselhamos um corta-relvas automático. Não precisa de os empurrar, apenas direcioná-los na posição certa, ou fazer um pré programação (no caso dos robôs corta-relvas).

 

 

Conhecer o raio da curva de um cortador de relva:

 

O raio da curva que um cortador de relva apresenta é um dos elementos a considerar antes de efetivar a sua compra. Os corta-relvas apresentam um raio específico ao curvar que é de extrema importância para cortar a relva nos terrenos mais difíceis e irregulares. Quanto menor for o raio da curva de um cortador de relva, mais fácil é o corte da relva ao redor de árvores e arbustos.

 

Antes de fazer a sua compra, deve primeiro perceber as necessidades do seu terreno e ver qual o raio de curva que o seu jardim irá precisar.

 

 

Largura do corte:

 

Os cortadores de relva têm lâminas com larguras diferentes e estas vão determinar a quantidade de relva que será cortada de uma vez só. Existem corta relvas para todos os gostos e tamanhos e, dessa forma, deve selecionar a largura de uma lâmina de acordo com a extensão do seu relvado.

 

A largura de uma lâmina oscila entre os 50 centímetros, para os modelos mais pequenos, e os 185 centímetros para os modelos maiores.

 

Quanto maior for a lâmina de um corta relvas, mais rápida será a manutenção de um jardim.

 

 

Corta-relvas com saco próprio para as aparas:

 

Em geral, é aconselhável comprar um corta-relvas que tenha este acessório embutido, impedindo que a relva fique espalhada ao longo do jardim. No entanto, existem outros tipos de corta relvas que garantem um corte tão fino que fazem com que a relva cortada seja utilizada como fertilizante do próprio relvado, como é o caso dos robôs corta-relva.

Atualmente, é muito comum utilizar a relva cortada para fazer fertilizante orgânico, uma vez que esta se encontra carregada de nitrogénio, fósforo, potássio e outros nutrientes essenciais à saúde e ao crescimento de uma relva forte e saudável.

 

Veja também quando e como deve cortar o seu relvado na nossa infografia.

Deixe um comentário

Tenha em consideração que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.