Artigos Sobre

Artigos Sobre
Como escolher a relva Curiosidades sobre relva Decoração de exterior Grama brasileira Infos Relva Artificial Infos Relva Natural Instalação do relvado Jardins Manutenção do relvado Plantas Problemas no relvado Relva artificial Relva e animais domésticos Relva natural Sebes naturais Tendências Varandas e terraços

Produtos Mais Vendidos

Grass FOOD (adubo) - grass4you
Grama Brasileira - grass4you

Grama Brasileira

€80.00

Grass FOOD (adubos) - grass4you
Grass REPAIR (mistura de sementes)

As ervas daninhas, o alagamento e a relva ressequida são sinais de que o seu relvado necessita de uma atenção extra. Para além de zonas peladas, com buracos ou com relva levantada, existem outros problemas de danos no relvado. Saiba aqui como os pode reparar.

 

  • ERVAS DANINHAS

Pode haver muitas razões para as ervas daninhas surgirem no seu relvado. A falta de água ou de nutrientes pode ajudar no crescimento de trevo, dentes-de-leão e margaridas no seu relvado, porque a relva subnutrida não consegue combater a propagação das ervas daninhas. Cortar a relva demasiado curto e utilizar sementes de relva de baixa qualidade também contribui para o problema.

DICA: Pode tratar das ervas daninhas cortando primeiro a relva a uma altura de cerca de 2 cm e escarificá-la a seguir. Uma alimentação regular e suficiente do seu relvado irá ajudar a evitar que volte a surgir no futuro. Pode encontrar mais informações no nosso blog, sobre como adubar o seu relvado corretamente.

 

  • ALAGAMENTO

Se se formarem poças na superfície do seu relvado, mesmo com pouca chuva, isto pode dever-se a áreas de terra excessivamente compactada. Raízes, pedras e terra argilosa dificultam o escoamento da água, causando a sua infiltração, o que irá sufocar a sua relva.

DICA: A escarificação e a aplicação de areia feitas de forma regular melhoram a qualidade do solo.

 

  • RELVA RESSEQUIDA

O calor, o sol direto e o tempo seco são maus para a relva. Cortar a relva no verão no pico do calor, não lhe faz bem nenhum: as folhas acabadas de cortar são sensíveis e o sol forte resseca-as logo. Contudo, utilizar demasiado fertilizante, ou o tipo errado, também pode causar ressecamento, que precisará de reparar.

DICA: Quando estiver calor, a relva deve ser suficientemente regada, de manhã cedo ou depois do sol se por. O tratamento adequado do relvado, incluindo a escarificação, por exemplo, irá arejá-lo e a fertilização regular irá garantir que recebe nutrientes suficientes para um crescimento saudável. Para tratar relva queimada e solos ressequidos, é preciso removê-los e substituí-los.

 

  • DANOS DEVIDO À SOMBRA

Uma sombra constante irá impedir que o seu relvado obtenha luz solar suficiente, tornando-o fraco e incapaz de crescer. Se a sombra for de uma árvore, sombra permeável, a sua copa também bloqueia alguma luz solar, mas permite que a chuva passe, permitindo que a água chegue a sua relva.

 

DICA: Foram desenvolvidas misturas de sementes de relvado próprias de sombra para áreas parcialmente à sombra, que poderá usar também, com muito cuidado, em áreas totalmente à sombra, mas com luz indireta. Estas variedades são tolerantes ao ensombramento, o que significa que precisam de menos luz, mas não significa que possam crescer ou desenvolver-se sem luz.

 

Contudo, se a área estiver sempre à sombra, recomendamos que considere a utilização de uma cobertura do solo adequada, tolerante à sombra, em alternativa à relva, como o ásaro ou a ajuga.

 

 

  • FOLHAS E AGULHAS CAÍDAS

Bom para canteiros, mau para a relva: mesmo um tapete luminoso e pitoresco de folhas estaladiças sobre o relvado pode danificá-lo quando cair a primeira chuva ou neve. As folhas e agulhas de pinheiro húmidas pegam-se umas às outras, formando uma camada espessa que impede que o ar chegue à relva, provocando o seu apodrecimento.

DICA: Remova as folhas do seu relvado. Com um soprador de mão, resolve o assunto em segundos.

 

Resumindo, o estado do solo, cuidados inadequados, animais de estimação, mobiliário de exterior e outros objetos podem criar zonas com manchas secas no seu relvado.

 

Para reparar falhas ou buracos no relvado, pode voltar a semeá-lo.

A melhor altura para voltar a semear um relvado é em março/abril ou setembro, quando o solo já não está exposto aos rigores da geada nem às temperaturas elevadas.

Não deve deixar que se acumulem folhas no relvado, pois podem fazer a relva apodrecer.

 

A relva levantada e os buracos no relvado são geralmente causados por animais. Pode usar uma câmara ou investigar o dano específico para identificar o seu hóspede indesejado.

 

As ervas daninhas, o amarelecimento e a relva ressequida são indicadores de uma manutenção menos cuidada do seu relvado. Pode evitar danos no relvado devido à sombra, selecionando uma variedade de relva mais tolerante à sombra ou optando por uma cobertura do solo alternativa.

 

Deixe um comentário

Tenha em consideração que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.