Guia para preparar o jardim para o Verão

 Quer manter um jardim cheio de flores este Verão, mas não sabe por onde começar? Não se preocupe, preparar o seu “Éden” pessoal é mais fácil do que pensa. Com apenas algum trabalho de preparação consegue preparar um jardim com sucesso.

 

Existem tantos benefícios que a jardinagem tem: para além de embelezar o seu espaço, ajuda o meio ambiente (através da fotossíntese, por exemplo) e pode ainda produzir deliciosas frutas e legumes.

Para além disso, a jardinagem é uma atividade cardiovascular moderada, pelo que, mesmo que não note, quando está a tratar do seu jardim, na realidade está a fazer exercício. É uma atividade perfeita para a mente, o corpo e o planeta. Siga as seguintes dicas e prepare-se para o seu jardim ter o melhor Verão de sempre!

O básico

Elaborar um plano

É fácil perder o controlo quando vai a uma loja de jardinagem (sementes, é só sementes por todo o lado!), por isso tente planear o que pretende plantar antes de ir comprar o que precisa. Há muito por onde escolher: vegetais, ervas, flores… E pode igualmente decidir se pretende plantar flores perenes que florescem o ano inteiro, não tendo sempre de plantar novas. Resumidamente, pegue nas ferramentas primárias da jardinagem - uma caneta e um papel - e comece a planear.

Preparar a sua área de jardinagem

Se já fez crescer um jardim antes, o espaço deve estar bem preparado. No entanto, se está apenas a começar, o mais provável é ter de enriquecer o solo primeiro. Se este for castanho claro, é um sinal de que precisa de alguma ajuda. Os solos organicamente ricos são geralmente castanho escuros ou negros.

Arranje bom adubo e/ou solo de cogumelo envelhecido e adicione 10 a 15 centímetros no seu solo. Depois, escave o composto no solo circundante. Isso também vai ajudar a aliviar o solo, criando espaço para as raízes crescerem.

Começar a plantar

 Leia sobre as sementes que está a plantar. A maioria dos pacotes possuem informação detalhada ou links para os websites com mais detalhes. Algumas plantas dão-se bem se as semear diretamente no jardim, mas outras beneficiam mais se forem primeiro plantadas em contentores, que podem ser mudados e trazidos para espaços indoor caso fique demasiado frio.

 Se o trabalho de preparação for demasiado e não tiver a certeza sobre como fazer crescer as suas plantas desde as sementes, pode sempre requisitar a ajuda de jardineiros. Isto é particularmente útil para quem está a começar.

Jardinagem de acordo com a localização

 Não importa quão bom jardineiro ou boa jardineira é, pois, algumas plantas vão criar dificuldades se não viverem nas condições ambientais e climatéricas ideais. Indo ao encontro da teoria da evolução, algumas plantas evoluíram em determinadas condições, o que significa que a melhor maneira de ter um jardim próspero é escolhendo plantas habituadas a viver na sua região.

  Dê uma olhadela ao seu jardim. Tem luz solar durante a maior parte do dia? Tem sombra parcial? Está exposto a muito vento? Tenha estes fatores em conta quando escolher o que pretende plantar.

Próximos passos

Quer levar o jardim até ao próximo nível? Construa canteiros elevados

 Está a sentir-se confiante em relação às suas técnicas de jardinagem e pretende ter um jardim mais produtivo sem ter de esforçar demasiado a coluna? Então leve o seu jardim ao próximo nível - literalmente.

 Ao construir canteiros elevados para as suas plantas, consegue colocá-las a um melhor alcance, de forma a que tratar do jardim seja muito mais fácil. Da mesma forma, as plantas serão separadas do solo circundante, o que significa que terá menos ervas daninhas para combater. Para além disso, não terá de preocupar-se em pisar as suas preciosas plantas bebés.

Jardim_interior 

Criar uma barreira para as ervas daninhas

Se está a combater ervas daninhas, pode criar uma barreira para bloquear o seu crescimento - mas tem de fazê-lo antes de colocar as suas próprias plantas. Em primeiro lugar, arranque todas as plantas indesejadas pela raiz. Depois, estabeleça uma barreira de cartolina e construa os canteiros em cima da mesma. Esta acção deverá afastar quaisquer ervas daninhas da luz solar e de nutrientes que necessitam para desenvolver-se no seu jardim.

Cobertura de folhas

 Outra forma de manter as ervas fora da equação (e manter a humidade) é colocar folhas no solo, que podem ser de formas distintas: folhas mortas, cortadas, feno ou palha, lascas de madeira, sacos de serapilheira ou tapetes de relva biodegradáveis concebidos para estes casos.

 Basicamente, espalhe folhas mortas por todo o solo para mantê-lo fresco, sem ervas daninhas, parando a vaporização da água. Se está a usar matéria orgânica no seu relvado, deixe secá-la ao sol um dia antes de espalhá-la e certifique-se de que não foi exposta a pesticidas tóxicos ou químicos. E mantenha-a uma polegada afastada dos caules das suas plantas para prevenir a decomposição.

Manter as plantas mais agressivas contidas

 Se tem uma planta que costuma crescer em demasia e “tomar conta” do jardim, tome algumas precauções para restringir esse movimento. Uma boa maneira de fazê-lo é plantá-la num recipiente largo, retirar o fundo e plantar tudo, inclusive o que sobrou do pote. Isto vai evitar que a planta cresça desenfreadamente, permitindo ao mesmo tempo que as raízes cresçam verticalmente.

“Bisbilhotar” o jardim alheio faz parte

 Ainda não tem a certeza de que tipo de plantas vão ficar melhor no seu jardim? Dê uma volta pelo seu bairro e veja o que está a plantar a vizinhança. Se alguma planta em particular parecer estar a crescer saudavelmente, é muito provável que também consiga fazê-lo no seu jardim. E não faz mal se tiver de espreitar por cima de vedações - meta conversa com a vizinhança sobre o assunto! Ter amizades de jardinagem é ótimo para partilhar dicas e mesmo plantas!


Deixe um comentário

Shopify secure badge Top